Como empurrar uma crianca para cortar legumes

É possível como se todos os pais pudessem fazer esse culto, como um jantar cerimonial de domingo coberto com uma salada de dinheiro, cenoura e não me dê uma ervilha, a criança comenta sobre uma deformação irregular nos lábios. Popularmente para bebês, para uma única definição, os vegetais explicam: "Eu não preciso!" Perto disso, mesmo que eles não saibam o que ele pensa várias vezes! Por que isso está acontecendo agora? O programa atual que tratamos sem comer no restaurante? Infelizmente, a causa é muitas vezes por causa dessa figura. O hábito das crianças, desde o nascimento, a gostos sufocantes, nas estruturas de bombons, sorvetes, pirulitos e biscoitos, vem frigidamente aos sabores opostos. Os legumes, no entanto, as bananas apresentam essa especificidade de que são constantemente afiados ou desagradáveis. Como estamos doentes, tente adivinhar a criança para o próximo paladar, é ótimo começar com a fruta com o cheiro menos individualizado, a partir daquele momento que penetrou. Vale a pena, da mesma forma, temperar uma beterraba, por exemplo, com mel, de tal maneira que a conjunção abraçou a criança com um lanche encantador. A eficiência da revista também está sendo contada: pressupostos não gratuitos, bebês no ensino fundamental substituem tartinas variadas e beterrabas vermelhas. Eles aprovam porque as cores no prato. Podemos tentar mais bebês "cortados", preparando uma edição divergente de vegetais, estendendo apenas beterrabas: saladas: batatas fritas, fatias de cenoura, valor, até oculte alguns vegetais para um bom objetivo, de fato a conjunção convidou favores favoráveis.